sábado, 21 de janeiro de 2012

M/V Costa Concordia: Briefing

(fonte: Daniel Capella)
Costa Concordia deixando Santos em Fevereiro de 2010.(fonte: Daniel Capella)
Tudo começou durante o jantar na noite de ontem a bordo do Costa Concordia, o navio que navegava normalmente entre Civitavecchia e Savona, quando um forte solavanco, e um grande estrondo interrompeu o jantar. As luzes se apagaram, mas foram restabelecidas algum tempo depois, quando o capitão anunciou que uma pane elétrica teria sido responsável pelos problemas, mas que tudo estaria resolvido em pouco tempo.

Porém, não foi o que aconteceu, o navio começou a adernar, consequência da entrada de água no casco, logo os passageiros e tripulação entraram em pânico já imaginando o pior. Por volta da meia noite no horário local, a tripulação liberou os botes salva-vida para os passageiros, mas não houve organização uma vez que o sistema de emergência do navio não foi ativado.

Costa Pacifica: gêmeo do Concordia.(fonte: Daniel Capella)
Isso porque quando tomou conhecimento da real situação, o capitão e seus oficiais abandonaram o navio e todos os seus passageiros a sua própria sorte. Por conta da inclinação, o evacuamento dos passageiros e tripulantes foi mais complicado do que se podia esperar, o que ocasionou dezenas de desaparecidos (muitos continuam desaparecidos até o presente momento).

A princípio, a informação das agências de notícias era de que 6 passageiros teriam morrido do total de mais ou menos 4,000 abordo, entre passageiros e tripulantes, porém, só foram encontrados três corpos. O navio, da Costa Crociere (filial da americana Carnival Corporation) carregava 3,200 passageiros, sendo 1,000 italianos, mais de 500 alemães, 160 franceses, em torno de 100 norte-americanos, mais 100 croatas e 53 brasileiros, entre outros. Outras 1,000 pessoas, tripulantes, estavam a bordo.
Em Santos partindo para outro cruzeiro pelo Nordeste. (fonte: Daniel Capella)
Estréia em Santos em 2009. (fonte: Daniel Capella)

No começo da noite de hoje, o capitão e os primeiros oficiais foram presos acusados de negligência e assassinato, por terem colocado em risco a vida dos passageiros, e por terem abandonado o navio.






Esquema em italiano sobre as operações de socorro e atual condição do navio.

O navio encalhou na Ilha de Giglio na região da Toscana, na Itália. E continua no local, parcialmente submerso . A Costa ainda não se manifestou sobre os próximos passos relacionados a tragédia: não se sabe o que será feito com o navio, nem com as próximas viagens programadas para ele. Porém, é certo que dificilmente o Concordia voltará a navegar, já que apresenta um buraco de 70 metros em uma de suas laterais, e vários outros menores do outro lado (inclusive com um pedaço de pedra incrustado em seu calado).

(fonte: Daniel Capella)

Porém, o navio terá que ser retirado do local, provavelmente rumo a sucata. A Costa ainda não conhece as causas do incidente, mas já se apresentou as autoridades para ajudar nas investigações. Suspeita-se de falha humana, mas não estão descartadas possíveis falhas mecânicas no navio, que é gêmeo do Carnival Splendor, que em Novembro de 2010 após um incêndio ficou quase uma semana a deriva no Pacífico.





Costa Concordia adernado visto de um satélite.




(fonte: Daniel Capella)

O Costa Concordia é uma evolução do design do Carnival Destiny, construído para a matriz da companhia, a Carnival, em 1999. O projeto básico do Concordia é dessa época, mas passou por várias atualizações antes da construção do navio em 2006. Com 112 mil toneladas, o Costa Concordia é (ou era) um dos maiores navios da companhia, e tem como gêmeos na frota da Costa o Serena, Pacifica, Favolosa e o Fascionosa, que ainda se encontra em construção.

Mais novidades são esperadas para os próximos dias.

Fonte: World Cruises.com/ globo.com/ terra.com

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Amazon Shore Excursion on MV AIDA VITA on January 03rd.

Well, well....work at AIDA is always a surprise. With the arrival of the ship AIDA vita in Santarém, the German company Aida Cruises begins the Brazilian section of the route "Transamazon" which is part of the cruise season 2011/2012.  
In total, the AIDA vita held six cruises of 14 days between the Amazon and the Dominican Republic.

Our group its was number 6, and we done a excursion around Santarém & Alter-do-Chão by bus, and I have the pleasure to found a Scort as much beautiful as her name means, Linda. I want to thank her for being so faithful in my translations, our tour couldn´t being better if I weren´t with her. 

Our bus followed a well-paved road through the jungle 33 kilometers (20 miles) east to Santarem. We visit the maniocflour house, "CASA DA FARINHA", where it was our third stop, after visit the cathedral and the Fish Market, and we know how  families process manioc.


Also known as cassava and yucca, Manihot esculenta is a starchy root vegetable that, after processing, looks and tastes like cornmeal. We watched men and women grate manioc roots, soak
 out the poisonous cyanide liquid, squeeze the grated manioc in woven chipichi wringers, sieve the yellow morsels and roast them in hot tub-size cast-iron pans over a fire.
Manioc can also be processed to make tapioca, an indigenous Amazonian word, like hammock and tobacco, which we still use today. Caboclos bring surplus manioc into town and barter it for salt, sugar, clothing and medical care.


Outside, a farmer slit a rubber tree's bark with a blade. Milky white latex oozed into a coconut cup. Picking up a glob, he stretched it like a rubber band.
"Henry Ford planted rubber trees (Hevea brasiliensis) here between 1928 and 1945," explained Rosario. "The latex is no longer used for tires. A factory in Belterra, Brazil, makes it into surgical latex gloves."

And after a nice visit, we head up to Alter-do-Chão Beach.
The town, located where the clear green Tapajos River meets the Amazon, has sandy beaches during the Amazon low-water season (August to December).
Rio Tapajos is one of more than 1,100 Amazon tributaries. Ten are larger than the Mississippi.

The ship docks in Manaus on January 5. The next day, the AIDA vita begin the first of six trips of 14 days between Manaus and the Dominican Republic. So it is not only in salt water that AIDA Cruises can enjoy your holiday. The AIDAvita offers special route "Amazon", which leaves the port of Manaus and the Amazon River below, passing the city of Santarem to the Atlantic, where the ship docks and passengers follow to Belém.
 

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Amazon Shore Excursion on MV PACIFIC PRINCESS on its return on January 2th

 This morning we started at the pier around TEN and we headed up to the Maicá Lake, today we have to consider that was perfect due to the fact had been so windy, sometimes this is not so normal for the beggining of the wet season in the amazon. Our group it was about 32 passengers, excited about being on this marvelous world, sailing on the biggests rivers in Brazil Tapajós and Amazonas.

Amazon Shore Excursion on MV EXPLORER(SEMESTER AT SEA) by SANTARÉM TUR.

I really want to express my happiness to everybody who I had the opportunity to be these last days, my New year couldn´t start as well as was during these days. Our team, got yesterday at the port around 08:00, for our first excursion on the new year, I want to Thank SANTARÉM TUR, especially Ana Mayara, for giving the opportunity to be there.

















My group, (bus number 01), we drove around the city, on the Santarém Highlights, including a visiting at "Manioc Flour House", where we were pleased with the hospitality of people who work there, refreshing us with greats amazon tipical fruit juices.







I really liked to be at some professors from Virginia University, we shared many stoies and experiences during the tour, our morning finished around noon, at the pier.